quarta-feira, 21 de outubro de 2015

GARRAFA DECORATIVA COM TINTA ESMALTE SINTÉTICO


Esta é uma técnica que circula bastante na internet. Não sei quem começou ou a inventou, só sei que cada pessoa tem o seu toque especial.


O efeito fica bem interessante por manter o brilho natural do vidro. Toda a pintura é feita na parte interna da garrafa.


A técnica é bem fácil, mas requer um pouco de paciência. Separe um espaço para a bagunça. Além de garrafas e potes junte jornal. A tinta irá escorrer e a sujeira é certa. Mas, o resultado final compensa a trabalheira e bagunça.
MATERIAL NECESSÁRIO:
  • garrafa de vidro transparente sem rótulo, lavada e seca
  • tinta esmalte nas cores vermelha e amarela (ou outras de sua preferência)
  • solvente ou querosene ou thinner ou acetona ou aguarrás
  • jornal e panos de limpeza
  • recipiente para colocar a tinta e/ou pinceis largos
  • luva de plástico ou silicone
  • álcool líquido
  • recipiente e pano para limpar pinceis em caso de uso
PASSO-A-PASSO:
A) GARRAFA COM UMA ÚNICA COR:
  1. Retire o rótulo e lave bem a garrafa por dentro e por fora. Se sentir necessidade de usar sabão, enxague bem. Escorra e deixe secar de cabeça para baixo. Não seque com pano ou papel toalha para evitar fiapos. 

Coloque uma pequena quantidade de álcool dentro da garrafa e balance bem. Escorra e espere que todo o álcool residual evapore. Com um paninho de limpeza passe álcool na parte externa da garrafa. Dica: Eu usei álcool absoluto, mas pode ser usado o diluído. Só não use o álcool gel. O álcool absoluto não é encontrado em supermercados e sim em farmácias.



Coloque a cor escolhida em um recipiente ou copo. 


  1. Despeje a tinta dentro da garrafa. Não exagere. Também procure usar a tinta sem diluí-la para uma melhor cobertura. Se sua tinta estiver muito grossa use uma pequena quantidade de solvente para diluí-la. Cuidado para não deixá-la muito rala.
  2. Rode a garrafa movimentando a tinta até cobrir toda superfície interna. 

Vire a garrafa sobre um copo e deixe escorrer o excesso de tinta.
  1. Após ter escorrido o excesso de tinta, deixe a garrafa de ponta cabeça (cabeça para baixo) sobre um jornal para escorrer bem. Mude a posição da garrafa de tempo em tempo.


  1. Quando parar de escorrer. Vire a garrafa para a posição normal e verifique se há falhas na pintura. Se houver repita a operação depois de bem seca.
  2. Espere secar bem. Demora bastante, tenha paciência. Dica: como a pintura é na parte interna da garrafa, o processo de secagem total pode variar de 2 a 4 dias. O tempo irá depender do clima (temperatura e umidade do ar) de sua região.
  3. Umedeça o paninho de limpeza no solvente e limpe a tinta que escorreu no lado de fora da garrafa. Limpe a borda do gargalo para ficar com um bom acabamento.
  4. Faça outras garrafas de cores e tamanhos diferentes. 

B) GARRAFA COM MAIS DE UMA COR:
  1. Retire o rótulo e lave bem a garrafa por dentro e por fora. Escorra e deixe secar bem. Não seque com pano para evitar fiapos.
  2. Coloque uma pequena quantidade de álcool dentro da garrafa e balance bem. Escorra e espere que todo o álcool residual evapore.
  3. Coloque a cor escolhida em um recipiente com bico. Dica: eu usei um frasco de pintura de cabelo que lavei bastante e deixei secar.

Despeje a tinta dentro da garrafa de maneira a escorrer deixando falhas sem tinta. Não coloque muita tinta. Deixe escorrer lentamente.



Vire a garrafa de ponta cabeça com cuidado para que a tinta não cubra toda a área interna da garrafa. Deixe escorrer o excesso de tinta sobre jornal.


Depois que tiver escorrido o excesso da tinta, deixe a garrafa virada para baixo sobre jornal. Mude a posição de tempo em tempo para evitar acúmulo de tinta no gargalo da garrafa.


Vire a garrafa e espere a primeira cor secar bem. Hora de dar uma longa pausa no artesanato e ir fazer outra coisa. A secagem completa é importante para a segunda cor não se misturar com a primeira.


Coloque a tinta esmalte vermelha na garrafa. Use um pincel ou um recipiente com bico. Eu usei um pincel.



  1. Rode a garrafa até que a tinta cubra toda a superfície interna. Se necessário rode mais de uma vez a garrafa. Procure cobrir toda a área interna da garrafa.
  2. Vire a garrafa sobre um copo e deixe escorrer o excesso de tinta.
  3. Deixe a garrafa de ponta cabeça (cabeça para baixo) sobre um jornal para escorrer bem. Mude a posição da garrafa de tempo em tempo. Dica: este cuidado é importante para evitar que a tinta se acumule no fundo, formando sombras que irão comprometer todo o trabalho. A camada de tinta na garrafa fica bem fina. Coloque a garrafa contra algum ponto de luz e observe se escorreu toda ou se precisa de nova camada. Pode ocorrer que algum ponto tenha ficado sem tinta sendo necessária nova camada.



Com um paninho umedecido no solvente limpe o lado externo da garrafa. Impossível não fazer sujeira. 



Outra forma é colocar duas ou mais cores ao mesmo tempo e ir rodando a garrafa para mesclar as cores sem misturá-las totalmente. Eu tentei com o vermelho e amarelo, mas achei mais difícil do que imaginei. O vermelho sobressaiu e o efeito não ficou como eu queria. Ficou mais para vermelho alaranjado do que mesclado. rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs. Acho que tenho de treinar mais ou quem sabe brincar mais com a tinta e ver o que dá.

Com relação a esta técnica acho importante algumas observações:
  • A tinta não faz uma cobertura fechada do vidro. Ficam algumas falhas que precisam ser reparadas. Eu precisei usar 3 camadas de tinta, intercalando secagem entre elas, para ficar com uma boa cobertura. Caso você for usar duas cores para pintar o interior da garrafa, eu sugiro que comece com a cor mais escura e faça apenas uma camada com ela. Na minha garrafa amarela e vermelha eu comecei com a cor mais clara e foi difícil cobrir as falhas sem colorir toda a superfície interna da garrafa.
  • Esta técnica requer espaço e tempo para que a secagem total seja concluída e faz muita sujeira. Troque os jornais sempre que for necessário. Use luvas. Caso suje suas mãos, use removedor de unhas para limpá-las. É menos agressivo do que os solventes usados para a tinta. 



Compense o trabalho e o tempo de secagem fazendo várias garrafas ao mesmo tempo. 



  • Escolha um local arejado para trabalhar. As tintas sintéticas ou à base de óleo possuem um cheiro bem ativo.
  • Como a pintura é no interior da garrafa, a primeira camada de tinta é a que irá destacar. Não use primer. Como o primer não é translúcido ele irá prejudicar o efeito final da pintura.
  • Estas garrafas são apenas decorativas. Não devem ser usadas para colocar líquido de consumo humano ou animal. Como todo o trabalho é na parte interna da garrafa, esta NÃO poderá ser usada para colocação de alimentos líquidos em seu interior (água potável, óleo, azeite, vinagre, molho...).
  • Use a garrafa como vaso para flores naturais (com água) ou artificiais, como candelabro ou agrupadas em um móvel como peça decorativa. Como a tinta não é a base de água é possível colocar flores naturais com água. Mas, se você usar outra tinta que não a esmalte sintético ou tinta óleo, não coloque água no seu interior.
  • Esta técnica pode ser usada com tinta PVA ou acrílica, mas como esta tintas são à base de água não podem ser molhadas. Neste caso, só poderão ser usadas com flores artificiais ou como peças de enfeite que não requeira água. Caso queira "molhar" o vaso use a tinta esmalte sintético a base de óleo que fica mais resistente e com efeito mais brilhante.
  • Se você pretende usar os copos, recipientes, pinceis, panos de limpeza e demais materiais em outro trabalho, providencie sua limpeza antes que a tinta seque totalmente. Água e sabão não resolvem. Limpe o excesso com papel toalha ou jornal e em seguida use solvente. 
  • A pintura com esmalte sintético dispensa proteção de verniz para finalizar o trabalho.
    Minhas garrafas concluídas: 




    Um pouco do antes e depois. Estas 3 garrafinhas eu usei em um dia de tempestade que faltou energia elétrica. O transformador da rua simplesmente estourou. A vantagem da garrafinha como candelabro é que você pode transportar pela casa e como a vela fica presa no gargalo não corre o risco de tombar. A cera que escorre sobre a garrafa dá um charme especial. Melhor se sua garrafinha estiver colorida e bem alegre.


    Se a espessura da vela for menor que a boca da garrafa é só passar fita crepe adesiva na base da vela. 

    BOA SORTE e SUCESSO NOS TRABALHOS!

    Obrigada pela visita!!!

    GARRAFAS DECORADAS COM LINHA


    Reciclar é um pequeno passo no desenvolvimento de uma consciência coletiva ambiental, mas pode ser um exercício na busca por políticas ambientais mais concretas e efetivas.
    Que tal deixarmos as críticas de lado e começarmos a agir?

    Não jogue suas garrafas e vidros no lixo. Recicle e crie lindos objetos decorativos ou de uso. Além de livrar seu lixo de algo que leva mais de 500 anos para ser absorvido e diminuir o impacto ambiental, você estará enfeitando o seu lar ou presenteando um amigo com algo exclusivo e feito por suas mãos.
    RECICLAR É CHIC! RECICLAR É ESTAR CONECTADO COM O PLANETA!

    MATERIAIS:
    • garrafas de vidro 
    • álcool e pano de limpeza
    • linha para crochê, bordado ou barbante colorido
    • cola branca extra forte para artesanato ou cola gel
    • Pincel, palito de dente
    MATERIAL OPCIONAL:
    • termolina leitosa caseira ou industrial
    • verniz acrílico ou verniz vitral
    • solvente no caso de usar verniz vitral.
    • lixa fina
    PASSO-A-PASSO:
    1. Retire o rótulo, cola e lave bem com água e sabão. Deixe emborcada até ficar bem seca.
    2. Limpe a garrafa com álcool e um pano de limpeza para desengordurar e retirar qualquer resíduo de cola.
    3. Escolha por onde quer começar a enrolar a linha. Pelo gargalo ou pela base da garrafa. Eu preferi começar pelo gargalo da garrafa. 
    4. Comece a enrolar a linha na garrafa. Passe um pouco de cola em uma pequena área. Use um pincel ou o próprio dedo. A medida que terminar de enrolar, passe mais cola. Isto evita da cola secar antes de terminar de enrolar. Dica: algumas pessoas dão nó na primeira carreira, eu prefiro sobrepor a ponta da linha com a próxima carreira. Eu acho que assim o acabamento fica mais delicado.

    Procure enrolar a linha bem próxima da anterior. Caso fique alguma separação entre as fileiras, empurre com o dedo ou use um palito de dente. Mas, tome cuidado para não sobrepor uma fileira sobre a outra. Cole a linha até a base da garrafa. Corte a linha e cole a ponta. Espere secar antes de iniciar o fundo.




    Faça o fundo da garrafa. Não é obrigatório enrolar a linha no fundo da garrafa, mas eu gosto de fazê-lo para ter um acabamento mais bonito e completo. Se for o seu caso você tem duas opções possíveis. A primeira é ir continuar enrolando até terminar de cobrir todo o fundo. A segunda é enrolar a linha fora da garrafa sobre uma superfície forrada com plástico e sempre unindo com cola branca até ficar com o tamanho desejado. Forme um disco o mais redondo possível começando pelo meio. Não corte a linha antes de terminar a colagem do fundo na garrafa. Sempre fica uma brecha do vidro que será preciso cobrir com a linha. Deixe secar bem antes de retirar do plástico. Eu fiz a segunda opção. Dica: Para um melhor acabamento e evitar que a linha enrolada na garrafa solte, deixe-a secar bem antes de fazer o fundo. 



    Cole o fundo na garrafa. Passe cola branca no fundo da garrafa e sobreponha o disco feito 
    com a linha. Pressione para colar o disco na garrafa.




    Se sua garrafa tiver tampa ou rolha faça o mesmo trabalho com a mesma. Quando terminar deixe secar bem. Dica: A grande maioria, das pessoas, para por aqui. Nesta etapa a garrafa mantém o toque macio da linha. Mas, o trabalho não deve ser molhado ou usado para colocar líquidos (bebidas, óleos ou azeites...) e nem como vaso para plantas naturais que requeiram água. Destina-se apenas como peça decorativa e com pouca manipulação. A limpeza deve ser feita com um espanador ou aspirador de pó. Nunca use pano úmido em garrafas sem verniz. A umidade pode amolecer a cola e soltar a linha.


    1. ETAPA OPCIONAL: Caso você queira um trabalho mais duradouro e protegido siga os próximos passos.
    2. Passe uma camada de cola branca diluída ou termolina leitosa sobre o trabalho. Espere secagem total.




    Escolha o seu verniz. No caso do verniz acrílico (brilhante ou fosco) que é a base de água a durabilidade aumenta e facilita a limpeza, mas a peça não poderá ser usada para outra finalidade que não a de decoração. Se você quer usar a garrafa para colocar água ou outro líquido (azeite, licor...) use o verniz vitral que irá facilitar e permitir a limpeza com água e detergente neutro. 


    Com um pincel macio passe o verniz escolhido que pode ser o verniz acrílico ou o verniz vitral. Eu optei pelo verniz vitral. O verniz úmido deixa a peça esbranquiçada, mas fica transparente ao secar.




    Depois que a primeira demão secar bem use uma lixa fina para deixar a textura mais macia. Tire o pó com um paninho seco e passe uma segunda demão de verniz. Deixe secar completamente em local arejado e sem poeira.



    Um novelo de linha de algodão mercerizado da Círculo com 125 metros (Cléa 125) foi suficiente para duas garrafas com um pouco mais de 20 cm de altura e uma tampa. E sobrou o suficiente para outra tampa ou rolha.


    O verniz vitral garante uma boa proteção e viabiliza o uso das garrafas no dia a dia tornando-as à prova de água e permitindo o uso de detergente neutro em sua limpeza.



    Entretanto, é importante lembrar que este trabalho é manual e alguns cuidados devem ser seguidos:



    O que acharam? Espero que tenham gostado e façam muitas garrafinhas decoradas. 


    bom dia e um otimo trabalho

    adilson


    terça-feira, 18 de agosto de 2015

    sexta-feira, 19 de junho de 2015

    Sombrinhas para Drinks Passo a Passo

    Para incrementar a decoração de sua mesa e deixar a sua confraternização com visual muito mais charmoso e divertido você pode fazer sombrinhas para drinks, que são muito fáceis de serem feitas, mas que melhoram e muito a aparência de seus copos e, consequentemente de toda a sua festinha.



    Dicas para Fazer Sombrinhas para Drinks
    Para fazer estas divertidas e festivas sombrinhas você irá precisar de: palitos de madeira para churrasco; papéis vegetais coloridos; tesoura ou estilete; cola quente; cola bastão; e molde redondo com o tamanho que você quer que a sua sombrinha fique (que pode ser o fundo de copo, tampinha ou um molde feito por você com um compasso).
    Comece usando o molde redondo para marcar e cortar os papéis vegetais em círculos. E corte estes círculos com a tesoura ou com um estilete.

    Em seguida, corte o círculo até o centro em uma linha reta. Depois de cortar você deve pegar uma das abas e puxar um pouco, uma sobre a outra, para formar o aspecto de sombrinha. Ajuste como quiser e marque com o dedo o local escolhido para fazer o formato da sombrinha. É só ficar segurando, para marcar onde você irá fazer um novo corte.


    Logo após, corte com a tesoura no local que você ficou segurando para marcar, e assim, o círculo irá ficar parecendo uma pizza, mas sem um pedaço. Coloque a cola bastão em uma das abas, puxe novamente e cole-a na outra parte, uma sobre a outra.


    Agora, com o palito para churrasco, fure com delicadeza o centro da parte de cima de sua sombrinha.


    Para finalizar você deve posicionar somente a pontinha do palito e fixar com cola quente pela parte de dentro. Deixe secar e está pronta sua sombrinha!



    COMO MONTAR UM ARCO E FLECHA PASSO A PASSO

    Para os seus pequenos brincarem de índio, você pode fazer arco e fecha e incrementar a brincadeira. E não se preocupe, pois este brinquedo é inofensivo e não irá machucar as suas crianças, pelo contrário, ele irá fazer seus filhos soltarem a imaginação e se divertirem muito.




    Dicas para Fazer Arco e Flecha
    Para fazer esta divertida e criativa peça você irá precisar de: tubo fino de PVC; isqueiro; espuma grossa; espuma fina; tesoura; barbante; cordinha de nylon; palitos de madeira longos; lacres de plástico; serrinha; fita adesiva (podendo ser uma fita adesiva colorida, para garantir um detalhe a mais em sua peça); e pistola de cola quente.
    Comece dando nós e queimando as pontas da cordinha de nylon, com o auxílio do isqueiro, para não desfiar.

    Em seguida, com o auxílio da serrinha, faça um “corte” em cada ponta do cano de PVC e passe a cordinha de nylon por um dos cortes.

    Logo após, puxe a cordinha para curvar o cano de PVC e passe-a pelo outro corte e amarre dando um nó.
    Agora, enrole pedaços de fita adesiva em cada ponta do arco, para fixar a cordinha no lugar e garantir um bom acabamento para esta parte do brinquedo.

    Em seguida, fixe um pedaço de espuma fina no meio do arco e prenda com os lacres de plástico. E corte o excesso do lacre com o auxílio da tesoura.
    Logo após, com o auxílio da tesoura, corte uma ponta de lança na espuma grossa, perfure o palito nesta ponta de lança e cole as duas peças juntas, com o auxílio da pistola de cola quente.
    Agora, para finalizar a sua peça, basta esperar a cola quente secar. E está pronto!